Projecto duplamente eficiente!

É engraçado como, pelo menos, um terço do nosso guarda roupa é constituído por peças que raramente ou nunca usamos. A maioria de nós já viveu um episódio semelhante: compramos, quase por impulso, uma peça que depois acabamos por nunca usar. As razões são diversas: gostamos no provador, mas chegando a casa a iluminação não favorece; precisamos de perder, ou ganhar, uns poucos centímetros para que o caimento seja perfeito; há qualquer pequeno detalhe a ser corrigido mas o momento de o fazer não chega… A lista continuaria.

Em fase de transição do Inverno para a Primavera, é tempo de guardar a roupa mais pesada e voltar a descobrir a mais fresca e, nestas alturas, acabamos sempre por nos deparar com o resultado destes episódios consumistas.

Comigo não é diferente! Desta vez, saltou-me à vista uma saia comprida que comprei há quase 10 anos numa loja outlet. Na altura, achei-a tão bonita que mesmo estando ligeiramente justa de mais não hesitei em trazê-la… mas sempre hesitei em usá-la!

Saia comprida, com forro e racha traseira

Saia comprida, com forro e racha traseira

 

Este fim-de-semana, não hesitei mais criar uma segunda oportunidade para esta parceria saia/Susana e apliquei-me em transformá-la numa saia mais funcional. Mede ali, corta aqui, faz umas pinças,alinhava, cose, aplica um novo fecho, prova, cose, faz um novo cós, alinhava, cose, cose… Fechei a racha traseira, cortei-lhe o comprimento e com o forro fiz um saiote que posso utilizar com outras saias ou vestidos – além de reciclar a saia, acabei por ficar com uma peça de roupa interior que há séculos necessitava… A isto chamo um projecto duplamente eficiente!

Saia pelo joelho, ligeiramente evasé, sem forro

Saia pelo joelho, ligeiramente evasé, sem forro

Como podem ver, as peças que temos em casa podem ser recicladas, bastando, por vezes, um olho clínico e ligeiros arranjos. Que tal uma tarde de fim-de-semana para escolher saias, camisas, blusas, casacos que mereçam uma segunda oportunidade?

Quanto a mim, resta-me esperar que o clima me faça a vontade (a mim e à maioria da população portuguesa!) e aqueça o suficiente para estrear a minha nova saia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: